Instituto Faz Bem - (31) 3275-2475 | IME - (31) 3262-3555
5

1️⃣ Quando comemos em um ambiente muito agitado, nosso corpo acaba dividindo a atenção entre os diferentes estímulos e aproveita muito pouco do sabor e das texturas.
Isso pode impedir que a criança conheça os alimentos direito e tenha dificuldades de diferenciá-los, mesmo aqueles que ela come com frequência.

2️⃣ Além disso, as distrações atrapalham de sentir nossos sinais de saciedade , e com o tempo, isso pode estragar a auto regulação e gerar excesso de peso.

3️⃣ Quando você cria mil estratégias para a criança comer, passa uma mensagem inconsciente de que ela está lhe fazendo um favor , e de fato ela está porque o que ela come além do que precisa, ela não come pra ela e sim para você. O autocomprometimento com a saúde precisa começar desde as primeiras colheradas.

4️⃣ Fazer uso de eletrônicos nos momentos das refeições faz com que a criança tenha distrações em excesso e se torne passiva (apenas abre a boca e engole). Assim ela pode deixar de desenvolver habilidades importantes para comer bem no futuro.

5️⃣Quando incentivamos a criança a participar de alimentação de forma ativa e consciente, favorecemos sua autonomia.

6️⃣ Aumenta o risco de engasgos.

7️⃣Causar distrações, em geral, acontece para que elas comam de acordo com a nossa expectativa e não de acordo com a demanda do corpo e isso não está certo.