Instituto Faz Bem - (31) 3275-2475 | IME - (31) 3262-3555

A primeira reação é de susto mesmo. Você fica sem entender se a ficha já caiu e começa a buscar informações pra se certificar que tudo vai dar certo. Aí você entra na internet, começa a participar de todos os grupos, lê relatos de crianças com alergias múltiplas e reações horríveis, vê que muitas mães já cortaram vários grupos alimentares, se imagina passando fome e o que acontece? Pânico total!

O maior problema da alergia hoje não é a alimentação. É o medo! É muito importante que, apesar de tudo, você saiba que nem toda alergia representa risco de morte e que o que você vê na internet não é representativo. A maioria dos casos são muito tranquilos e precisam apenas de uma atenção especial.

Para que você se sinta segura, tenha bons profissionais acompanhando o seu caso, de preferencia uma equipe interdisciplinar . Confie mais nesses profissionais do que no Google. A internet vai dar informações de todos os tipos. Esses profissionais, vão te ensinar o que realmente importa no seu caso.

Acredite! Você pode lidar com esse assunto de forma leve, e se precisar fazer a dieta junto com o seu filho, encare como uma missão passageira. A sua forma de ver o problema, diz muito sobre a intensidade que ele terá. Ter uma mãe calma e com a sanidade mental preservada é tudo que o seu bebê precisa agora. As crianças tem uma fusão emocional muito grande com as mães nos primeiros anos de vida e é impossível blindá-las de nós mesmos. Quando estamos inseguros e com medo, de alguma forma passamos isso para a criança, e sabe de algumas reações comuns em situação de medo? A adrenalina aumenta, a pressão cai, a gente treme, tem rubor no rosto e até os esfíncteres relaxam. Essas reações podem falsamente serem confundidas com sintomas de alergia. E no medo a gente enxerga reação em tudo!

Entenda que nem tudo que acontecer com o seu filho será reação da alergia. Crianças sem alergia também tem cólicas, choram, tem dificuldade de sono, ficam vermelhinhas no calor, tem diarreia quando os dentinhos apontam ou apresentam rajados de sangue nas fezes após algumas vacinas.

Saiba que a alergia não é de todo ruim. Encare esse momento como uma oportunidade de melhorar a alimentação de toda a família. Evitar industrializados , apostar nos naturais e produzir mais alimentos em casa é algo que TODOS deveriam fazer. Agora você tem um motivo a mais! A alergia traz à consciência que muitas coisas que se come não são comida de verdade. Ela ensina a avaliar rótulos, a pensar sobre as origens dos alimentos e a entender que muitas “praticidades” que temos hoje não são tão essenciais assim….

A alergia pode ser um divisor de águas na alimentação da sua casa. Não deixe a alergia roubar sua alegria e nem a sua paz. Tire o foco do problema e foque no seu filho. Muito cuidado para não entrar em transe e perder o que há de mais lindo em você, que é a capacidade de conhecer sua criança melhor do que qualquer profissional.

Olhe no olho, escute seu coração e faça tudo com amor. Você tem absolutamente tudo que o seu filho precisa para ser feliz! SÓ VOCÊ TEM ISSO! Se esforce para não assumir postura de vítima. Você é uma guerreira! Acredite, algumas provas são verdadeiros portais de empoderamento.

Prepare-se para essa incrível metamorfose .